Homem é preso na Escócia depois de comprar uma arma com Bitcoin na deep web

Um homem de meia-idade foi preso e condenado a cinco anos de prisão na Escócia por  comprar armas de fogo ilegais na deep web usando Bitcoin.

Segundo a polícia local, David Mitchell, de 48 anos e natural de Edimburgo, comprou uma pistola 9 mm, 150 munições e um silenciador dos Estados Unidos. O valor total da transação foi de US$2.750, pagos em Bitcoin (cerca de 0,74 BTC no momento da produção desse texto).

O portal de notícias CCN, relata que Mitchell comprou os acessórios na deep web e tentou enviá-los dos Estados Unidos para a Escócia, mas o pacote foi interceptado pela recém-formada Sociedade de Crime Organizado. Um pacote falso foi enviado em seu lugar para o escritório de Mitchell por policiais que, em seguida, o vigiaram e seguiram até sua casa, onde ele mora sozinho.

Posteriormente, policiais invadiram a casa com um mandado de busca e encontraram o pacote falso escondido debaixo de um sofá. Mitchell foi preso e acusado de posse ilegal de arma de fogo. Ele apareceu no tribunal em 05 de dezembro de 2018, onde se declarou culpado de três acusações de posse de arma de fogo. Em 14 de janeiro, ele foi condenado a cinco anos de prisão.

“Só queria ver se poderia ser feito”

Na audiência, o advogado de defesa de Mitchell, John Scott, disse ao tribunal que, embora Mitchell tenha um histórico de depressão e outros problemas comportamentais, ele não tinha planos de usar a arma de fogo para ferir ninguém. De acordo com a defesa, ele só realizou a transação para “ver se isso (comprar uma arma com Bitcoin) poderia ser feito”. A defesa também afirmou que Mitchell não possui condenações anteriores e foi descrito como “confiável e de grande valor” por seu empregador.

Em resposta, no entanto, o detetive-chefe Gerry McLean, chefe da unidade de crime organizado e contra-terrorismo da polícia da Escócia, disse que Mitchell não oferecia nenhuma razão para comprar a arma e, portanto, não conseguiu determinar se ele realmente não tinha motivos ocultos. Ele também reiterou que a prioridade da polícia é a segurança dos cidadãos, então parar Mitchell significava evitar um problema em potencial.

Em sua decisão, o juiz do caso Lord Pentland disse:

“VOCÊ AFIRMA QUE NÃO TINHA INTENÇÃO DE CAUSAR DANOS A NINGUÉM, MAS O FATO É QUE VOCÊ FEZ UM ESFORÇO CONSIDERÁVEL PARA SE APOSSAR DE UMA ARMA E DE MUNIÇÕES POTENCIALMENTE LETAIS. VOCÊ DEVERIA TER IMAGINADO QUE ISSO ERA ILEGAL. POR ESTA CONDUTA, VOCÊ DEVE SER PUNIDO.”

A condenação de Mitchell marca o mais recente caso de uso do Bitcoin e outros criptoativos para realizar atividades ilícitas na deep web. O exemplo mais famoso de tal condenação continua sendo o de Ross Ulbricht, fundador do site Silk Road, que recentemente teve 100 mil assinaturas em uma petição que pedia o perdão de sua pena de prisão perpétua.

Matéria CriptomoedasFacil