Putin quer isolar a internet da Rússia do resto do mundo

Um novo projeto de lei foi proposto na legislatura russa que poderia conceder a permissão para isolar a internet da Rússia do resto do mundo.

Existe um projeto de lei “Internet Soberana” que procura aumentar o controle sobre como a informação entra e sai do país. Sob este projeto,  novos hubs centralizados serão configurados para gerenciar (ler manipular) o fluxo de informações ou até interrompê-lo.

O projeto de lei também propõe um  sistema nacional de nomes de domínio que permitiria que uma intranet local continuasse a funcionar, mesmo que a Rússia fosse cortada da Internet global.

Defendido pelo presidente Vladimir Putin e outros legisladores de Moscou, este projeto de lei está sendo empurrado pelo parlamento.

“Eles se sentam lá, é sua invenção, e todos ouvem, vê e lê o que você diz”,  diz Putin. “Quanto mais soberania temos, inclusive no campo digital, melhor. Esta é uma área muito importante ”.

A lei da Internet Soberana está sendo considerada a resposta defensiva de Putin à nova estratégia cibernética do governo Trump – que permite aos EUA tomar medidas ofensivas contra a Rússia e qualquer outro país conhecido por cometer atividades maliciosas online.

No entanto, o relatório da Bloomberg também menciona que a lei não se destina apenas a ameaças estrangeiras  ou a proibir o Facebook e o Google, o que o país já pode fazer legalmente.

Rússia entre os piores da liberdade online

Autoridades na Rússia estão defendendo este projeto, pois vêem controles centralizados como uma maneira de  controlar a informação durante os tempos de  agitação civil dentro das fronteiras russas.